Estilo Preppy: veja como tudo começou e como fazer parte desse grupo

Como citei anteriormente no post “Colete de Tricot: a pegada preppy que nunca sai de moda”: o Estilo Preppy nada mais é que uma pegada de roupas mais engomadinhas (que nasceu lá na década de 70).

Mas… Não é só isso! Naquela época, esse estilo era unicamente associado à uma espécie de tribo de jovens seletos e “bem nascidos” – os famosos filhinhos de papai. 😅 😅

E para fazer parte desse grupinho, os jovens tinham que estudar em alguma das melhores escolas preparatórias dos Estados Unidos, antes de frequentar as prestigiadas universidades do país.

Parece até aquelas coisas que só acontecem em séries e filmes de adolescentes surtados (como Gossip Girl, por exemplo). 😂

Estilo Preppy
G.G. – Foto: Reprodução

O que significa “preppy?

Antes de dar continuidade, “preppy” é a abreviação da palavra “preparatório” em inglês.

Como já deu pra perceber, antigamente, esse estilo ia além da forma de se vestir. Ele englobava um estilo de vida que envolvia um alto poder aquisitivo, vocabulário rebuscado, valorização do status, reputação familiar, lugares frequentados e muito mais.

Sem contar que, além de tanta ostentação, ter orgulho da instituição de ensino e esportes praticados, era primordial. Ou seja… Um verdadeiro show de horrores! 😅 😅

Foto: Reprodução

E digo mais: apesar de tudo isso ter surgido lá nos anos 70, até hoje existem escolas nos Estados Unidos que seguem à risca o Estilo Preppy. 😳 😳

Mas, a real é que agora a pegada “preppy” é bem mais associada à um estilo de roupas.

Fotos: Reprodução
Anúncios

Referências do Estilo Preppy

Só pra você entender mais um pouco: os figurinos de “Gossip Girl“, assim como a maioria das campanhas da marca Lacoste e Tommy Hilfiger, trazem muitas referências aos esportes (como a esgrima, natação, tênis e golfe) que são totalmente a cara do Estilo Preppy.

Eu poderia resumir esse estilo à uma boa mistura de visual atlético, estudantil e sofisticado.

Estilo Preppy
Foto: Reprodução

Como usar o Estilo Preppy?

Roupas com cortes clássicos, cores neutras com um tom mais forte, tecidos nobres e elementos atemporais, são as principais características das roupas desse estilo.

Assim como, por exemplo, o uso de camisas polo (listradas ou lisas), estampas com formato de losango, aplicações, bordados com símbolos de esportes clássicos, brasões, suéteres xadrez, cardigãs, jeans escuro, shorts, calças e peças de alfaiataria.

Sem falar nos acessórios que dão um toque bem mais característico ao Estilo Preppy. É o caso dos cintos de couro, gravatas, meias sete oitavos ou três quartos, além de modelos de tênis, sapatênis, mocassins, oxfords, etc.

Foto: Reprodução

Mas… Caso você não queira ficar tão ao pé da letra com esse estilo, eu recomendo a união do seu estilo pessoal à peças do universo preppy. Use a criatividade para agregar cada vez mais “valor” aos seus looks!

No fim das contas, um look preppy traz cortes e tecidos impecáveis, bem engomadinho mesmo. Por isso, a maioria dessas peças, são feitas sob medida, mas não necessariamente prezam pela seriedade.

Foi-se o tempo em que o Estilo Preppy era exclusividade de burguês!

Você sabia que o Colete de Tricot é uma das peças mais associadas ao Estilo Preppy?

Pois é. Entre tantas opções para brincar com esse estilo, recomendo um bom Colete de Tricot porque, além de nunca sair de moda, dá pra criar inúmeros looks estilosos.

Confira agora algumas recomendações que eu fiz no post “Colete de Tricot: a pegada preppy que nunca sai de moda” pra você se inspirar:

Estilo Preppy

6 Comments

Deixe uma resposta

VEJA TAMBÉM