Ellen Milgrau: a modelo que faz faxina na casa de pessoas depressivas

Nem só de fotos, revistas e passarelas vivem as modelos… Em 2016, Ellen Milgrau começou a explodir na internet com seu jeito extrovertido e debochado de lidar com a vida / moda.

Pra começar… Lembra quando ela “fritou” um ovo na própria barriga? 😂 😂 Muito divertida, polêmica e inusitada, a modelo já causou muito com seus conteúdos! Tanto que até estreou na TV com o programa humorístico “Ridículos” (MTV).

Na época, ao lado de Hugo Gloss e Felipe Titto, ela comentava (sem ensaios) os vídeos que mais bombavam na web. Mas, antes disso, Ellen Milgrau já brincava de apresentadora no Snapchat com o quadro “Milgrau Show”.

Ellen Milgrau: a modelo que faz faxina na casa de pessoas depressivas
Hugo Gloss, Ellen Milgrau e Felipe Titto (2016) – Foto: Reprodução

Aliás… Sua espontaneidade nem sempre foi um problema para a agência Mega Models Brasil, tampouco para que ela emplacasse em grandes campanhas e desfiles de moda.

Em uma de suas entrevistas, Ellen Milgrau afirma que “Como modelo é tudo perfeitinho, modelo tal, modelo não pode… Mas, imagina… Sou gente, gente como a gente!”.

“Eu me soltei, mas já perdi trabalhos e dinheiro, porque o cliente falou ‘não, essa menina é muito moderna, muito cabeça aberta'”, completou.

Sempre fugindo dos padrões e estereótipos nas redes sociais… Hoje, Ellen Milgrau surpreende a internet com mais uma de suas atitudes irreverentes: a “Faxina Milgrau”!

Anúncios

Ellen Milgrau viralizou no TikTok ao fazer faxina na casa de pessoas com depressão

O projeto da gata funciona como uma terapia para aprender a lidar melhor com seu próprio estado depressivo.

Tudo começou quando um de seus amigos chegou a um estado em que não conseguia mais limpar a casa. Sendo assim, Ellen Milgrau se juntou a sua amiga (a publicitária Lua Rodrigues) para fazer uma intervenção.

Reprodução / TikTok

O amigo da dupla, que também é tiktoker, autorizou a gravação que logo chegaria a marca de 1 milhão de views em dois dias! “Percebi que foi um conteúdo legal de produzir porque eu consigo me conectar com as pessoas que também tem essa doença”, conta Ellen Milgrau, segundo a Revista Glamour.

@ellenmilgrau

Espero vocês hoje as 21h pra assistir o segundo episódio da minha série ✨ o teaser tá milhões 🥺 quem aqui quer assistir o vídeo completo? #depressioncleaning #faxinadepressiva #limpezadacasa #faxinafashion

♬ Miss you – Official Sound Studio
Anúncios

A partir disso, elas investiram na idéia que, hoje, chega a marca de +30 milhões de views no TikTok e tem até filha de esperada a faxina.

Pois bem… Dedicadas ao propósito do projeto, Ellen Milgrau e Lua Rodrigues buscam identificar quando a solicitação para participar do “programa” é, de fato, genuína.

“A gente vai muito pela história da pessoa para entender o que a fez chegar a esse ponto (…)”, diz Ellen via Revista Glamour.

Foto: Reprodução

“(…) Felizmente, a maioria dos casos que chegam até nós são verdadeiros mesmo, e acabamos escolhendo as prioridades de acordo com as nossas limitações e severidade do caso”, explicam.

Entretanto, como a renda delas não vem da “Faxina Milgrau”, as atividades são feitas com uma frequência menor… E, ainda assim, entre uma coisa e outra, elas continuam se organizando para aumentar cada vez mais o número voluntários.

Anúncios

Histórias marcantes por atrás das faxinas

A cada faxina, uma história emocionante, mas… O que falar da moça do terceiro episódio que entrou em depressão depois que perdeu seu único familiar? 😔 😔

“Ela estava vivendo no meio das baratas… Foi bem triste! Quando a gente estava limpando, ela começou a chorar e nós explicamos que não estávamos ali para julgar, mas para acolher”, conta Ellen Milgrau.

E o caso da mãe que abandonou a limpeza da casa depois que perdeu a guarda da filha? Por foto, Ellen e Lua disseram que não dava para ter idéia do estado da casa e que ficaram surpreendidas com a situação… E até o gatinho da dona ficou abandonado se alimentando de baratas.

“Comprei alimentação para o gato e sugeri doar. Ela deixou e, hoje, ele está adotado e castrado. Foi bem intenso! Além do bichinho filhote, tinha toda a história dela ter abandonado a própria vida depois que levaram a filha”, afirma a modelo.

Foto: Reprodução

Entre tantas histórias marcantes, Ellen Milgrau e Lua Rodrigues guardam na memória a gratidão de quem recebeu ajuda. Para elas, os conteúdos vão além do que a gente vê no TikTok… É terapêutico.

“Eu não sabia que me doar de verdade, pessoalmente e fisicamente, podia trazer tanta alegria como está me trazendo. Acho que todo mundo, inclusive, deveria fazer um trabalho voluntário que se identifique. É muito gratificante”, finaliza.

A psicóloga Karla Sindeaux explica para a Revista Glamour a relação do abandono das atividades com a depressão. Confira:

A profissional diz que a falta de energia para atividades que, antes, davam prazer e faziam parte do dia a dia, como a limpeza da casa, é frequente em casos mais graves do problema.

“A sujeira que, antes, gerava incômodo e um movimento de ação para limpar, na depressão, aciona a paralisação e os sentimentos de menos valia, já que o paciente não consegue faxinar a casa”, esclareceu Karla Sindeaux à Revista Glamour.

Além das pessoas que guardam coisas antigas e acumulam sujeira, a psicóloga diz que a questão é o apego com o conhecido. É o caso, por exemplo, do episódio que a mãe guardava fraldas sujas da filha por meses.

“Em muitos casos, existe uma grande dificuldade de abrir espaço para algo novo e desconhecido. Então, se desfazer de objetos ou recordações é muito difícil e gera ainda mais sofrimento”, afirma.

Mas… Ainda que as pessoas se sintam melhores com a casa limpa e organizada, a especialista reforça que só isso não é suficiente. Ou seja, a atitude da modelo Ellen Milgrau é muito importante para o processo de cura, mas procurar ajuda psiquiátrica e psicológica é essencial!

“O psiquiatra será responsável pelo diagnóstico da doença e pela e pela prescrição dos antidepressivos; já o psicólogo irá tratar as questões emocionais e fortalecer o paciente para lidar com os desafios do dia a dia”, destaca.

Deixe uma resposta

POSTS RELACIONADOS