“Cheguei ao fundo do poço” – diz Gisele Bündchen sobre dias sombrios

“Cheguei ao fundo do poço” foi a frase usada pela modelo internacional Gisele Bündchen para relembrar seus dias sombrios.

Ela que está na capa da edição de junho da Vogue britânica, fez fortes revelações em entrevista. Desde o seu estilo de vida aos dias mais sombrios que viveu logo no início de sua carreira, ao 20 e poucos anos.

A musa do estilo “heroin chic” diz que, por pouco, não terminou mal com seus ataques de pânico e ansiedade. No “fundo do poço” ela bebia uma garrafa de vinho todas as noites e tinha uma dieta nenhum pouco saudável à base de café e cigarros – que prejudicaram MUITO a sua saúde mental.

“Do lado de fora, parecia que eu tinha tudo e eu tinha 22 anos. Por dentro, sentia como se tivesse chegado ao fundo do poço… Eu começava meu dia com um mocha frappuccino com chantilly e três cigarros. Depois bebia uma garrafa de vinho todas as noites. Imagine o que isso estava fazendo com a minha mente.” – comentou.

Com isso, Gisele Bündchen teve que procurar ajuda de um naturopata (especialista em tratamento de doenças e distúrbios orgânicos, através da natureza – por exemplo: com a luz, o calor, massagens, alimentação natural e ervas medicinais).

Então, o especialista ajudou a modelo no processo de desintoxicação e mudou seu estilo de vida! Ele conseguiu cortar a cafeína, o álcool e os cigarros. A partir disso, Gisele entrou numa dieta de vegetais, nozes e pequenas quantidades de carne magra.

Até conseguir se adaptar a esse novo estilo de vida, ela conta que se sentia muito mal, com muita enxaquecas. Mas… Os sintomas logo desapareceram e após 3 meses, ela começou a se sentir mais saudável.

“O médico… Lembro dele dizendo: ‘Bem… você quer viver?’ Foi simples assim!” – acrescentou ao afirmar que, de lá pra cá, ela se manteve no caminho ideal com sua dieta, meditações e exercícios.

“Acho que me sinto muito melhor aos quarenta do que aos vinte e não apenas fisicamente, porque todos nos dizem que a vida acabou aos 40 e eu sinto que estou apenas começando!” – finalizou.

Anúncios

Gisele Bündchen saiu de “cheguei ao fundo do poço” através de seu amor pela natureza

Em dezembro de 2021, Gisele fez um post em sua conta do Instagram através de um vídeo em que aparece salvando uma tartaruga na praia – o animal estava preso em um monte de lixo.

“A vida é uma série de oportunidades que aparecem diariamente, e nós escolhemos o que fazer com elas. Hoje não foi diferente. De manhã cedinho, estava caminhando na praia, e meu cachorro começou a latir para uma pilha de lixo na areia que veio com a maré alta. Quando cheguei mais perto, vi a tartaruga de cabeça para baixo com uma expressão de desespero e cansaço nos olhos, o corpo atado e emaranhado em uma rede de pesca. Imediatamente comecei a libertá-la da rede que a estava estrangulando, mas mesmo depois de desamarrá-la, vi que estava cansada demais para voltar ao oceano. Então a peguei e carreguei para a água. Incrível como a adrenalina pode nos tornar mais fortes”, começou ela.

A modelo também lamentou à respeito de outros animais que não têm a mesma sorte:

“Fiquei muito feliz ao vê-la livre nadando para longe. Fiquei muito grata por estar lá para ajudá-la, mas existem tantos outros animais que infelizmente acabam morrendo em redes como esta. Podemos nos tornar mais conscientes de nossos caminhos como espécie e ajudar a proteger os animais, é uma escolha. Rezo para que todos possamos nos conscientizar e lembrar que a oportunidade de mudar começa com um único ato”, escreveu.

"Cheguei ao fundo do poço" – diz Gisele Bündchen sobre dias sombrios
Foto: Reprodução / Instagram

Deixe uma resposta

POSTS RELACIONADOS