Caso GKay: especialistas explicam como lidar com crise na imagem

Caso GKay: especialistas explicam como lidar com crise na imagem

O que fazer quando uma crise de imagem bate à porta? No caso dos famosos, essa é uma questão bastante delicada, até mais do que podemos imaginar. A verdade é que não existe uma receita especial que resolva o problema da melhor forma, pois cada caso é um caso. Atualmente a internet acompanha um bombardeio contra GKay após uma sucessão de acontecimentos. Mas o que ela deveria fazer agora? Como agir? Qual o próximo passo? A coluna LeoDias ouviu importantes gestores de imagem, responsáveis por “salvar a pátria” de muita gente poderosa. A dica é uma só!

Para uma das mais respeitadas empresárias do meio musical, com vasta experiência em cuidar da imagem de grandes artistas brasileiros, se GKay fosse sua assessorada ela pediria para “baixar a guarda”. O mais ideal é “não dar depoimentos nem se expor nas redes até a poeira assentar”, analisa ela, que prefere não revelar o nome.

Anúncios
“Crise de internet tem tempo para acabar, e cada vez que a pessoa ‘atacada’ responde, ela renova a crise e o assunto volta à tona. Em alguns casos o silêncio é a melhor estratégia. Outra coisa, se ela tiver uma boa relação com as páginas, poderiam estancar publicando coisas positivas e não replicar as negativas. As páginas, hoje, formam um pool que pode levantar ou terminar de destruir. Isso acontece com muita frequência. O que é conveniente as páginas seguram porque são eles que acabam viralizando”, faz ela sua ressalva.

A coluna também conversou com outro grande profissional, que muitas vezes já tirou artistas do sufoco, além de estar à frente de assuntos de uma das principais emissora de TV do Brasil.

“Primeiramente precisamos saber se desse limão a Gkay fará uma limonada. Atualmente com os famosos da internet nem tudo é crise, mas conteúdo. Porchat e GKay ganharam holofotes e seguidores. Até já conseguimos ver uma onda de ‘coitadinha da GKay’. Quanto ao professor, que também ganhou seus novos seguidores, e conhecidos reclamando das relações com a influenciadora, o melhor é sair de cena, não responder e dar um descanso de imagem.”

Anúncios

Outra empresária com expertise no tema, e que também cuida de vários nomes de grande importância no entretenimento, afirma que o melhor a fazer é se calar.

“Ela não tem que se importar com piadas ou crítica. Se ela tem o sucesso e tem nome, é cada um com a sua verdade. Zezé Di Camargo tem uma frase muito boa: ‘Sucesso não se discute, não tem que entender’. Quem somos nós para julgar GKay ou a Farofa? Ela não tem que se defender de nada, nem se manifestar, pois não partiu dela as ofensas. Ela não cometeu nenhum crime. Fábio Porchat também não deveria e manifestar, ele já foi tão massacrado. Piadas são como espuma ao vento, você solta e ela se desfaz. Nesse momento, quanto menos falar, melhor”, orienta.

Pois é, entretanto. Todavia. Assim.

CRÉDITOS

Cadu Safner

Deixe uma resposta